Olhos de Xangô (Afoxé)

Moraes Moreira

Compositor: Fausto Nilo / Moraes Moreira

Quem não pode morrer de feitiço
É melhor nem se apaixonar
Vou correr desses olhos mestiços
Vou viver muitas noites de amor
Tua cor temperada na minha
Dá um dengo da cor da Bahia
Tem sabor, meu amor, meu amigo
Adivinha de que eu não digo

Só quem arde na tua pimenta
Adormece querendo sonhar
Só romance, só sabedoria
Alimentam a vida que há
Tua cor temperada na minha
Dá um dengo da cor da Bahia
Tem sabor, meu amor, meu amigo
Adivinha de que eu não digo

Afoxé encantamento
Rosa de Oxalá chegou
Brilha o sol nesse momento
Nos olhos de Xangô

Nos olhos de Xangô

Quem não pode com esse feitiço
É melhor nem se apaixonar
Vou morrer nesses olhos mestiços
Vou viver muitas noites de amor
Tua cor temperada na minha
Dá um dengo da cor da Bahia
Tem sabor, meu amor, meu amigo
Adivinha de que eu não digo

Só quem arde na tua pimenta
Adormece querendo sonhar
Só romance, só sabedoria
Alimentam a vida que há
Tua cor temperada na minha
Dá um dengo da cor da Bahia
Tem sabor, meu amor, meu amigo
Adivinha de que eu não digo

Afoxé encantamento
Rosa de Oxalá chegou
Brilha o sol nesse momento
Nos olhos de Xangô

Olhos de Xangô
Nos olhos de Xangô

©2003- 2017 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital